segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

sábado, 27 de dezembro de 2008

O aBuTrE de Pedro Massano


Ele é feio, desengonçado, mal emplumado. É borbulhento até no “mau” feitio. Mete o nariz onde muitos gostariam que não se mexesse. O abutre é assim.Asquerosamente.A galhofa é um direito político. Não consignado em nenhuma lei. Não fixado na Constituição. Mas assumido no comportamento quotidiano, abençoado pelo senso-comum.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Emigre Fonts______Zuzana Licko

As one of the first type designers to exploit the potential of the Apple Macintosh in its pre-designer days, Zuzana Licko transformed the pixel from low-resolution imitation to high-style original. Her early Emigre fonts not only revolutionised digital typography but also opened up the market for the smaller foundries whose quarter-page ads populate today's design magazines. She has designed more than two dozen typeface families and oversees the Emigre foundry, which currently offers 300 or so typefaces by the likes of Barry Deck, Jonathan Barnbrook, Frank Heine and Rodrigo Cavazos.
Born in Czechoslovakia, Licko (pronounced Litchko) emigrated to the US with her family as a schoolgirl. She studied architecture, photography and computer programming before taking a degree in graphic communications at the University of California at Berkeley. When Rudy VanderLans, her partner, launched Emigre, she began to contribute fonts to the fledgling 'magazine that ignores boundaries.' Rather than replicate (on a dot matrix printer) typographic forms already adapted from calligraphy, lead and photosetting, Licko used public domain software to create bitmap fonts.
Emperor, Emigre and Oakland appeared in the magazine and were soon advertised for sale when VanderLans and Licko co-founded the Emigre foundry.
Emigre's development reflected the evolution of digital technology while questioning conventional ideas of legibility and layout. Licko's highly structured typefaces counterbalanced VanderLans' organic compositions. The "Emigre aesthetic" lay at the heart of a once-controversial battle on the American design scene, pitting them against Modernists such as Massimo Vignelli, who referred to the new typography as "garbage." The debate did little to slow the popularisation of the Emigre fonts, which by the late 1980s had moved beyond alternative pop cult status into the mainstream (The New York Times, ABC and Nike). The graphic design establishment has since recognised Licko and VanderLans with a 1994 Chrysler Award, the 1997 AIGA gold medal and the 1998 Charles Nypels Award for Innovation in Typography.
Licko's intellectual approach to type creation continued to find inspiration in the production qualities of technology. In 1986 she created Citizen, which approximated the smoother bitmap printing of the new laser printers.
Base-9 and Base-12 originated as screen fonts for Emigre's website in 1995, and then evolved with a companion printer font. As Emigre began publishing more design theory, Licko developed more "classical" fonts; her designs Mrs Eaves and Filosofia were based respectively on Baskerville and Bodoni. And with issue 60 (see Reviews pp.76-87) Emigre's latest music-oriented incarnation, Licko and VanderLans have found yet another format in which the publication can continue to be a testing ground and type specimen for Emigre typefaces.



All I want for Christmas


I don't want a lot for Christmas
There is just one thing I need
I don't care about the presents
Underneath the Christmas tree
I just want you for my own
More than you could ever know
Make my wish come true oh
All I want for Christmas is yooooooooou
I don't want a lot for Christmas
There is just one thing I need, and
IDon't care about the presents
Underneath the Christmas tree
I don't need to hang my stocking
There upon the fireplace
Santa Claus won't make me happy
With a toy on Christmas day
I just want you for my own
More than you could ever know
Make my wish come true
All I want for Christmas is yoooooooou
I won't ask for much this Christmas
I won't even wish for snow, and I
I just wanna keep on waiting
Underneath the mistletoe
I won't make a list and send it
To the North Pole for Saint Nick
I won't even stay awake
To hear those magic reindeer click'
Cuz I just want you here tonight
Holding on to me so tight
What more can I do
Oh, Baby all I want for Christmas is yooooooooou
All the lights are shining
So brightly everywhere
And the sound of childrens'
Laughter fills the air
And everyone is singing
I hear those sleigh bells ringing
Santa won't you bring me
The one I really need
Won't you please bring my baby to me quickly
I don't want a lot for Christmas
This is all I'm asking for
I just wanna see my baby
Standing right outside my door
I just want you for my own
More than you could ever know
Make my wish come true
Baby all I want for Christmas is yooooooooou
All I want for Christmas is yooooooooou

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

ThAnK u SaNtA


... e blá blá blá! ;)))




segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

EeEeEeEehhhhhh vicky vicky vicky

Uma dakelas festas na piscina que resultou nisto! lol

Noites para recordar _______________________*

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Intimidade....na pele...

E estas foram as fotos tiradas pela Su ;) a grande fotógrafa e designer para o blog sobre intimidade, feito no iade! eheheh




Intimidade


No coração da mina mais secreta,

No interior do fruto mais distante,

Na vibração da nota mais discreta,

No búzio mais convolto e ressoante,


Na camada mais densa da pintura,

Na veia que no corpo mais nos sonde,

Na palavra que diga mais brandura,

Na raiz que mais desce, mais esconde,


No silêncio mais fundo desta pausa,

Em que a vida se fez perenidade,

Procuro a tua mão, decifro a causa

De querer e não crer, final, intimidade.


José Saramago, in "Os Poemas Possíveis"

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

domingo, 30 de novembro de 2008

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

terça-feira, 25 de novembro de 2008

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

AmO-tE bArCeLoNa!!!

Dia 5 de Novembro de 2008
16:50
A caminho de Barcelona =) (no avião portanto). As pernas mal cabem aqui, não as minhas...as do Abebra.

O sol começa já a desaparecer, deixando as nuvens num tom rosa-alaranjado. Avisto a lua em quarto crescente, da janela do avião. Voamos para o infinito...começa a segunda grande viagem "cultural" a dois. ( a segunda de muitas...espero...)
Dia 6 de Novembro de 2008

Depois da primeira noite, calmamente passada perto da casa do amigo Pedro, no centro comercial do "Parque das Nações de Barcelona", seguimos para o primeiro grande dia de turistas!

A Sagrada Família foi o primeiro monumento da visita. 1construção magnífica de Gaudí ofusca-nos logo à saída do metro, 12.50€ e uma fila de meia hora depois (note-se que meia hora foi 1record)chegamos ao cimo da catedral, com uma vista esplendorosa para a cidade.



Flashes, vertigens, risota e a perninha a tremer e lá estamos nós na loja dos recuerdos.

"Isto não me dá muitas vezes, mas quando dá..." (Sofia depois de descer a escada em caracol tal e qual uma flecha)

Lojas de regalos, MacDonald's e começa a caminhada (longa e com 1 inclinação de 90º) para o Parque Güell. Qualquer adjectivo acima de maravilhoso serve para descrever o Parque. Varandas, lagartos, tuneis, azulejos, pedrinhas, cor, muita cor...flashes e recuerdos... La Pedrera, Casa Batlló, foi o dia do Gaudí "O Maçador".


Passeando no Passeig de Grácia, os pés começam a dar de si, está escuro e é hora de jantar e voltar para casa, onde o Pedro e o Vasco jantam como lordes, o famoso prato estudantil já preparado: massa com massa! ;p

Dia 7 de Novembro de 2008

O despertador toca, é mais 1despertar em Barcelona. Avizinha-se um dia em grande. A magnífica Catedral de Barcelona, o Bairro Gótico, Salvador Dalí e botas 2 números acima fazem as delícias da manhã. Pans e la vamos Las Ramblas abaixo...! As malas bem protegidas e fotos discretas às inúmeras estátuas e artistas que dominam por completo a avenida.





Começamos então a sentir uma brisa fresca na cara. Aproximamo-nos da marina, as nuvens começam a aparecer no céu e as gaivotas voam para terra, fazendo um barulho infernal. Leões molestados, pontes de madeira, barcos e starbuck's. "Pus baunilha e chocolate no café, agora só me sabe a ...pi..." (Marga experimentando nova recebita de café sem doce)

Caminhada e mais caminhada "O parque da Citadela é já ali..."...continuação de caminhada, igrejas escondidas e finalmente o Parc de la Ciutadella. 1 zoo e camaleões prontos para eu e a Sofy nos sentarmos. O Arco do Triunfo e uma tenda branca da qual saía um cheiro familiarmente apetitoso...a Feira do Chocolate! De volta ao Passeig de Grácia e é de noite outra vez. Outro dia completo e o cansaço apodera-se de nós.

Dia 8 de Novembro de 2008


Começar o dia a subir uma montanha parece-me bem...se for outro a subi-la! Depois da grande caminhada pelo Montjüic, chegamos ao Castelo. Canhões, ruelas e túneis secretos...a bela sandes de queijo barrada com tomate "daquele que o meu avô miga p'as galinhas!" (Abebra a adorar a sandoxa!), umas fotos e seguimos monte abaixo à procura da Fundação Miró. Muito mais abaixo, depois de esculturas e jardins, lá está o edifício que abriga algumas das mais famosas obras de Joan Miró.

Umas voltas no teleférico, a marvailhosa vista sobre a cidade, funicular, metro, catalunya, as ramblas cheias de gente...Passeamos até anoitecer, de mãos dadas nas ruas de Barcelona.

Chegou ao fim uma viagem maravilhosa!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

terça-feira, 28 de outubro de 2008

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

PoIsOn BoY...






I did it all just for her
I did it all just for her
And love's heart is death
For me and my poison girl
A prey she was for the cruelty of love
While its serpent inside crawled straighttowards her heart
The coldest kiss
Love ceased to exist
While we grew apart like never before
I did it all just for her
I did it all just for her
And love's heart is death
For me and my poison girl
The fire in her eyes grew dim and then died
As the poison inside reached her heart
And the coldest bliss faith ceased to exist
As we grew apart like never before
And the taste of the poison on her lipsis of a tomb

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

terça-feira, 14 de outubro de 2008

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

__________CiRcUiTo__________

Aqui ficam algumas ideias do projecto final de mestrado. Por agora, ainda atrasado...mas não tarda vou publicando as alterações ;) ...